sexta-feira, 3 de julho de 2009

Como Vencer uma Mulher em uma Discussão

Quando um homem e uma mulher discutem, cada um dos dois tem um objetivo diferente; cada um dos dois vai se considerar vencedor em momentos distintos. A mulher, pelo menos até onde eu consegui entender, quer ver o parceiro praticamente rastejando aos seus pés, pedindo desculpas até pelo que ele não fez. Ou então, só encher o saco mesmo - ainda não consegui, e acho que nunca vou, entender o que passa na cabeça delas. Agora, para o homem, a vitória é fazer ela chorar. Não aquele choro compulsivo, que elas usam como chantagem emocional (e que, infelizmente, quase sempre dá certo); nós queremos sempre ver aquele pequeno ponto brilhante no canto dos olhos dela, aquela lagriminha que aparece por mais que vocês, mulheres, tentem esconder.
É difícil pra mim, homem, admitir isto, mas é virtualmente impossível ganhar de uma mulher em uma discussão. E quando falo em discussão, eu quero dizer uma discussão homem-mulher, de casal - não entra aqui discussões sobre política, ciência, futebol ou qualquer outro tipo de argumentação -, a mulher vai ganhar a discussão em 99,9% das vezes. E vai ganhar por vários motivos, todos eles devido, principalmente à astúcia, estratégia e chantagens emocionais - em que elas são, também, imbatíveis.
Existem casos em que vocês, mulheres, se aproveitam da nossa falta de vontade em discutir: vocês escolhem os piores horários para conversar sobre os assuntos mais bizarros, como perguntar o que a gente queria dizer quando falamos que a sobremesa que vocês fizeram ficou diferente - e em nenhum momento nós dissemos que ficou pior - do que da outra vez: seja as quatro horas da manhã, nos acordando, seja enquanto estamos relaxados no sofá da sala, desprotegidos do resto do mundo, concentrados assistindo ao futebol - mesmo que seja da série C do campeonato acreano, nós queremos assistir. Nestas horas, mulheres, fiquem felizes se vocês receberem um "Rmmwlmnswl" como resposta: isso significa que nós estamos tentando prestar atenção em vocês e que se vocês tentarem conversar com a gente outra hora a gente vai te ouvir. Nesses casos - o que dá uns 80% das "discussões - nós perdemos por W.O.
Mas vamos falar dos 20% que imporam: os 20% em que nós, homens, estamos dispostos a ouví-las e discutir racionalmente o assunto. Racionalmente... é aí que a vaca vai pro brejo. É IMPOSSÍVEL(!!) que uma mulher discuta racionalmente. Pra começar, já é difícil descobrir o porquê da DR: ela vai estar lá, sentada no sofá com a cara amarrada e você, homem, com a melhor das intenções, vai perguntar pra ela "querida, o que foi que houve?". E isto era o pior erro que você podia ter cometido; se você tiver sorte, ela vai dizer "O que você acha?!?" e ficar quieta, esperando que você, com poderes adivinhatórios de fazer inveja à Mãe Diná e Walter Mercado juntos, descubra o que é que você fez pr'aquela pobre alma - e acredite, geralmente você não fez nada mesmo: e aí já foi mais uns 5% das discussões perdidas.
"E os outros 15%, Gustavo?" você vai me perguntar. O restante é aquelas discussões que fazem da vida a 2 um inferno às vezes; mas também é nesses casos que nós, homens, temos a mínima chance de sair vitoriosos, mas também é um terreno perigoso, onde qualquer mínimo erro pode por tudo a perder. Mas a estratégia das mulheres é sempre a mesma e conhecer esta estratégia é o único jeito de ter uma chance de vitória. Vamos, primeiro, conhecê-las para, depois, discutir as contra-estratégias.
O "modo de ação" de uma mulher durante uma discussão é muito simples de identificar - porém, praticamente impossível de prever onde vai levar. Explico: isto se deve ao fato que uma mulher, em uma discussão, perte totalmente o senso de objetividade, racionalidade e, principalmente, lógica. Não importa qual seja o assunto que vocês estão discutindo, os argumentos dela vão girar por 5 pontos principais: a) Você não ama ela; b) você nunca presta atenção nela, por isso você não entende; c) alguma mulher - que você conhece ou não - que, ela cismou, te dá mole; d) você tem outra (por mais que não tenha) e, finalmente, e) sua mãe é uma jararaca ou o seu pai é um idiota. São nestes pontos em que a argumentação dela, principalmente quando você estiver discutindo tudo seguindo - pobre infeliz iludido - uma linha de raciocínio clara.
Então, pequeno padawan, esteja preparado. Tenha respostas prontas contra estes argumentos (exceto o e, que ela vai usar só em momentos de desespero - já chego lá). Sempre refute, com veemência (nossa, duas palavras que eu sempre quis colocar em um texto de uma vez só) mas com a calma e a presença de espírito dignas de um monge budista em meditação, o que ela disser. Negue, até a morte, por mais que seja verdade, e tente sempre desconstruir os argumentos delas expondo fatos concretos, que até ela pode ver. E nunca - eu disse NUNCA! - fique irritado: é isso que ela quer.
Mas muito cuidado nessas horas! Se ela sentir que a discussão não está indo para onde ela quer, ela vai partir para a ignorância, ela vai usar os seus poderes de terrorista mental. Ela vai começar a concordar com tudo o que você diz - isto é ruim, acredite - e, quando você tiver começando a baixar as suas defesas, vai soltar alguma coisa (geralmente associado ao item e) que vai te fazer perder a cabeça. E aí, pequeno gafanhoto, você perdeu a discussão mais uma vez. Porque então, irritados, começamos a falar cada vez mais alto e, o pior, não pensamos mais direito no que vamos falar. E isso quer dizer DERROTA!
Recapitulando: para ter uma chance mínima de vencer uma discussão contra uma mulher é preciso: manter a calma, refutar todos os argumentos dela com fatos, tentando trazer a discussão para um terreno mais firme, onde a lógica possa existir e, principalmente, negar - até a morte - todas as acusações que ela fizer.


PS: Além de toda esta contra-estratégia, existe um curinga que nós podemos usar contra qualquer mulher e pode ser feito de duas formas: ou deixar ela falando sem parar ou responder tudo com a maior calma possível. Até ela se irritar e começar a chorar e espernear. Neste momento, você usa o Ás que tinha guardado na manga: olhe bem nos olhos dela, segure-a, delicadamente, claro, pelos braços e pergunte, com a maior calma do mundo, "por que você tá agindo que nem uma maluca?" ou ainda "por que você tá gritando desse jeito?".

11 comentários:

  1. HAUHAUHAUHUAHUAHUHA
    Muito bom! O problema é que é bem assim que acontece. A tática do manter-se calmo funciona, mas as vezes elas acham que você não esta dando a minima para ele por causa disso.

    ResponderExcluir
  2. Acho que vcs estao erradissimos.
    Se vcs negam tudo, é aí mesmo que o bicho pega e a morla de vcs vai rio abaixo.
    O negocio nao eh negar tudo. Eh negar oq realmente nao existe, e admitir tranquilamente oq é certo.
    Se a mina der msm em cima de vc, fale 'sim ela da, mas eu te amo/adoro/gosto e nunca - JAMAIS- trocaria vc por aquela menina! Pronto, parte da briga acabou. Agora vem os outros topicos...
    Te garanto que sendo minimamente sincero, metade dos seus problemas se acabam e em troca vc ainda ganha uma bela noite...bem apaixonada.
    Outra coisa que vcs pecam, é que de tanto negar e nao prestar devida atenção à briga, vcs se contradizem. Eh aí que o mundo acaba.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. ahhhhhhhh. Mulheres odeiam quando vcs chamam elas de loucas. Porque normalmente nos nao estamos loucas. Vcs que esquecem que temos sexto sentido!

    ResponderExcluir
  4. Poxa, acho que esses comentários da bruh pesaram negativamente pro nosso lado (XX).

    Eu, mulher, assumo que você tá certo em mtos pontos, principalmente em relação as chances de vencer o combate, mas infelizmente, pra você e seus queridos leitores, nao há chance de vencer essa batalha.

    Se quer evitar a cara-de-cu durante teu jogo de futebol, antes de abundarem-se no sofá, ligue pra amada, ou passe perto dela, lasque um beijo de cinema, elogiem a aparência e mais alguma declaração de amor, dessas bem melosas....

    Vão pro sofá e agora sim, podem esperar a cerveja e os amendoins, que eles vão chegar já já.

    Antes de dar chance pra briga desarmem-nos usando nosso espírito manteiga derretida.
    Enquanto estamos liquefeitas, e somente nesse estado, somos totalmente "domáveis" :P

    ResponderExcluir
  5. Eu sei ganhar de vc em QUALQUER discussão. isso me basta.

    (:

    ResponderExcluir
  6. 1. Mulher é muito retardada mesmo. Não sei como vocês aguentam. Deusmelivre.

    2. Por isso que eu gosto da Aninha.

    3. Proponho que você siga essas táticas para atingir seu novo objetivo.

    ResponderExcluir
  7. Por favor, não tire esse texto do ar porque foi pros meus favoritos euhseuahuaheau

    muito bom o/

    ResponderExcluir
  8. 3. Proponho que você siga essas táticas para atingir seu novo objetivo. [2]

    ResponderExcluir
  9. Para vencer uma mulher na discurção, é simples saia arrume outra, e volte depois ai ela vai falar falar falar.. e vc ja ta calminho calminho...

    ResponderExcluir
  10. A unica coisa em que concordo com você , é que vocês, perdem em 99,9%.

    ResponderExcluir